sexta-feira, 13 de abril de 2007

"Agora desce!" Eureka!

O aranha, é uma de várias técnicas para desenvolver a independência dos dedos da mão esquerda. Este exercício consiste no controle da musculatura da mão esquerda onde os dedos apenas se movem quando é necessário mudá-los de posição. Um dia desses, tentando fazer um aluno meu compreender uma postura (que apontei ser ideal, ou mais adequada) para sua mão esquerda no braço do violão, e tive a luz de sugerir que ele fizesse o aranha descendo. Digo "tive a luz" porque quando aprendi não me ensinaram isso, mas hoje sei que é mais comum.

Enquanto ele "subia" (digitando 1, 2, 3 e 4, em quatro casas consecutivas da primeira corda, e repetindo a sequência nas cordas acima) eu estava pensando em como fazê-lo compreender a postura que eu estava explicando. Então, quando ele chegou à 6ª corda me veio a luz e eu disse a ele: "agora desce!". Automaticamente ele dobrou mais o punho da mão esquerda, deixando os dedos numa posição mais transversal em relação à escala, pois a corda logo abaixo não soaria se os dedos posicionados nas cordas acima estivessem esbarrando nelas (como na figura acima). De fato, "o ensino responde a perguntas que ninguém faz", como disse o Schafer (apud GAINZA, 1988, p.105).

Ainda segundo o autor, a melhor forma de se conseguir que um aluno assimile uma informação é fazendo-a brotar dele, do seu corpo, do seu próprio raciocínio, e não "enxertá-la" nele. Um conceito é muito mais rico quando apreendido a partir da própria vivência do aluno. E assim é com a "memória muscular", sem a qual seria impossível aprender a tocar um instrumento musical. Meu aluno só conseguiu alcançar a postura ideal quando "percebeu" na prática como a postura errada não lhe permitiria executar o exercício, quando tomou consciência das articulações e músculos envolvidos naquele exercício.

Referência bibliográfica:
GAINZA, Violeta Hemsy de. Estudos de Psicopedagogia Musical, SUMMUS EDITORIAL - 1988.